São Paulo sugere “bolsão” ao elenco para pagar dívida e planeja marketing com Daniel Alves

Ideia é que parte de receitas futuras seja destinada ao pagamento dos débitos

O São Paulo organizou um plano para pagar as dívidas com os jogadores. O presidente Julio Casares anunciou nesta sexta-feira um “bolsão”, no qual os atletas vão receber parte das receitas do clube como compensação pelo débito aberto. Nesta conta, também aparece o “fator Daniel Alves” como forma de atrair mais dinheiro.

Principal nome do elenco, o veterano terá um plano novo de marketing pela frente a médio prazo. O São Paulo quer usar a imagem de Daniel Alves, tratado por Julio Casares como “aliado”, para movimentar as receitas do clube do Morumbi. Parte dos ganhos a médio prazo, segundo o presidente, vai para esse “bolsão”.

— Abrimos para os atletas a chance de serem nossos sócios em futuras receitas. Quando retornar a bilheteria, um percentual vai para esse “bolsão”. Com a chegada de um novo patrocínio, um percentual X vai para ser liquidado nesse “bolsão”. Quando vendermos jogador ou tivermos ganho com o mecanismo de solidariedade, um percentual vai para os atletas. Pedimos que os atletas, através de uma ata, fizessem esse entendimento — explicou Casares.

— Houve conversas com os atletas, que sentiram a transparência. Temos uma dívida de um acordo passado da antiga gestão sobre o direito de imagem. De janeiro para cá, tudo foi zerado — assegurou o presidente são-paulino em entrevista concedida nesta sexta-feira.

Em relação a Daniel Alves, o São Paulo planeja ações e quer aumentar o vínculo de imagem com o camisa 10, um dos destaques do time na temporada. Na noite de quinta-feira, por exemplo, o ala direito deu a assistência para Pablo abrir o placar na vitória por 2 a 0 sobre o Rentistas, pela Libertadores.

— Estamos tentando recuperar este espaço, pois é o melhor lateral-direito do mundo, um dos jogadores que mais venceu no futebol e que tem que ser um produto de marca. Nossa área de marketing tem tido esse entrosamento direto, e o Daniel tem sido um grande aliado para o São Paulo.

— Há diálogo permanente não só com o Daniel, mas com o estafe dele. Temos conversas com os representantes e uma vontade grande. Teremos notícias importantes com a participação do Daniel em projetos e produtos — acrescentou Julio Casares.

As receitas com Daniel e principalmente as outras citadas, como negociação de atletas, entram em um plano exibido pelo ge no início do mês, quando o São Paulo começou a se preparar para pagar os débitos com o elenco.

Além da chegada de receitas, premiações com o desempenho esportivo vão servir para fechar essa conta. Por exemplo, caso o São Paulo alcance as quartas de final da Libertadores, uma parte da premiação será destinada ao pagamento da dívida.

Mesma linha de gestão vale para o resultado na Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Campeonato Paulista; nessa última competição, o São Paulo já está classificado para as quartas de final como dono da melhor campanha.

Por José Edgar de Matos — GE São Paulo

FOTOS independente

Das Antigas

Torcida Independente
Torcida Independente

Ação Solidária Covid-19